Férias em NYC – Day 03

O terceiro dia do cronograma começava com a Estátua da Liberdade, continuava com um passeio em Wall Street emendado com uma visita ao Memorial do 11 de Setembro e acabava com um passeio pelo SoHo. Bom, na prática foi quase isso.

Acordamos cedo e pegamos o metrô da linha J no sentido “downtown”. Achamos uma Starbucks para mais um chocolate quente, desta vez com bagel na manteiga. Estava um frio de rachar (literalmente no caso dos meus lábios), por isso saímos com o chocolate quente em mãos na tentativa de nos manter aquecidos.

IMG_0055

Chegamos ao Battery Park, onde fica a bilheteria da Estátua da Liberdade e achamos estranho porque não vimos mais ninguém por lá. “Será que está frio demais para os turistas?” foi um pensamento que passou rápido pela cabeça, mas logo descobrimos o porquê do vazio: nós estávamos de um lado da bilheteria, os outros estavam do outro lado 🙂

Pegamos os ingressos e fomos para a balsa. Antes, claro, uma passagem pela área de segurança. Uma fila básica (básica mesmo, não ficamos muito tempo nela) e um esquema de segurança de aeroporto.

Ajeitamo-nos na barca e esperamos o resto do povo fazer o mesmo para que pudéssemos partir. Encontramos dois brasileiros, um de Curitiba e uma do Rio de Janeiro e já nos enturmamos (ou melhor, eles “se enturmaram” com a gente, rs). A viagem foi curta, com direito a muito frio, algumas “balançadas” e uma neblina básica.

IMG_0058 IMG_0059 IMG_0061 IMG_0065 IMG_0068 IMG_0071

Chegamos à Liberty Island, conversamos um pouco com os novos amigos e fomos até o pedestal da estátua. Como os amigos não tinham ingressos para o pedestal, perdemos eles de vista. Subimos para o pedestal – de elevador porque meu joelho estava em nada nesse dia – para apreciar a vista “da neblina de Manhattan” e “da neblina do Brooklyn”, nas palavras do nosso ascensorista.

Estava um frio daqueles bem gelados, mas nada que um bom curitibano (de nascença como o Felipe ou adotada como eu) não pudesse suportar. Tiramos algumas fotos da vista do pedestal e fomos ao museu da estátua. No lobby do pedestal está a tocha original, que foi substituída em uma restauração nos anos 1980. O Liberty Island Museum conta a história da estátua e explica como cada parte foi confeccionada.

IMG_0073 IMG_0118 IMG_0123 IMG_0126 IMG_0128 IMG_0136 IMG_0137 IMG_0139

Saindo do Museu, pegamos a barca rumo a Ellis Island. A ideia era descer e conhecer o Museu da Imigração, mas passei muito mal na saída da barca. Descemos apenas para que eu pudesse ir até o banheiro e já pegamos a barca de volta para o Battery Park.

IMG_9373

De lá seguimos para o restaurante escolhido para o almoço: Adrienne’s Pizza Bar. O restaurante não é muito largo, mas ganha espaço no comprimento. Chegamos, pedimos uma mesa e logo conseguimos. Pedimos uma pizza tradicional (queijo, massa e molho) porque estávamos com pressa (tínhamos o tour agendando do Wall Street Walks). A pizza era enorme, metade dela foi para uma caixa que carregamos na mochila durante todo o tour por Wall Street, e depois ela virou a janta (a pizza, não a caixa).

IMG_0151

Chegamos no local do Wall Street Walks na hora marcada e esperamos um pouco até que todo o pessoal se juntasse. O tour começa em frente ao número 55 da Wall Street e passa pelos principais pontos da região. Conforme passávamos pelos lugares, o guia nos dava explicações sobre a história do lugar. O ponto negativo de um tour como esse é que não dá tempo de tirar muitas fotos, enquanto o guia fala você quer prestar atenção, quando ele para de falar já vai correndo (ou quase) para o próximo ponto. Tanto que passamos pelo Charging Bull, atravessamos a rua para ouvir a explicação do guia sobre ele e ficamos sem foto! Mas tudo bem, não se desesperem, voltamos lá em outro dia para encostar no touro com a intenção de ficar ricos!

IMG_0157 IMG_0158 IMG_0161 IMG_0164 IMG_9379

O tour acaba em frente ao 9/11 Memorial. Foi só atravessar a rua para encontrarmos as “piscinas” do memorial, a “survivor tree” e o 9/11 Memorial Museum. As piscinas, com cachoeiras que caem em um “buraco sem fundo” têm nas bordas o nome de todas as vítimas do atentado de 11 de setembro de 2001.

IMG_0174 IMG_9407 IMG_9410 IMG_9411

Ficamos ali por um tempo e quando decidimos entrar no museu nos demos conta de que estávamos sem um dos cartões do The NY Pass. Pense em uma pessoa que ficou estressada com isso! (e já adianto, não fui eu). Fizemos o caminho de volta passando pelos mesmos pontos do tour para ver se encontrávamos o cartão perdido, mas não tivemos sorte. No local do início do tour, último local em que usamos o cartão, não tinha mais ninguém. Voltamos para casa para procurar na internet dicas do que fazer em caso de perda do cartão, mas a perspectiva não era muito boa: segundo o site, eles não podem trocar o cartão perdido por outro. Mesmo sabendo que a chance era pequena, voltamos ao “gray line New York visitor center”, na 8ª Avenida, e contamos nossa triste história: alguém havia furtado nosso cartão sem que nós percebêssemos. No fim deu tudo certo: eles cancelaram o cartão perdido e nos deram um novo. Yeay!

Saímos de lá com outro ânimo e decidimos aproveitar para passar no Top of the Rock. Ok, mentira, eu estava com outro ânimo. O Felipe estava morrendo de dor de cabeça e me fez parar em uma farmácia para comprar tylenol.

Chegando do Top of the Rock, enfrentamos uma pequena (bem pequena mesmo) fila e conseguimos ingressos para as 19h20. Pois é, demos sorte porque era esse o horário que eu queria 🙂

Como faltava ainda um tempo para dar o horário, fomos até a Starbucks para o tradicional chocolate quente. Ok, na verdade nós gostamos mesmo é do wifi deles, hahaha.

Não pegamos muita fila para subir ao Top of the Rock (na verdade, não pegamos muita fila em nada do que fizemos em NYC). A vista lá de cima é sensacional! Achei melhor que a do Empire State, até porque o Empire State faz parte da vista do Top of the Rock, mas não faz parte da vista dele mesmo, rs.

IMG_0182 IMG_0225 IMG_0227 IMG_0233 IMG_9412 IMG_9413 IMG_9414 IMG_9416 IMG_9418

Voltamos para casa não muito tarde nesse dia, comemos nosso resto de pizza do Adrienne’s e mais uma vez pegamos no sono pesado.

Advertisements

7 thoughts on “Férias em NYC – Day 03

  1. Giovane Vazzoler Treter July 4, 2015 at 2:59 pm Reply

    Q pizza hein, hehehehe

  2. Anita July 6, 2015 at 9:00 am Reply

    Nem me fale Giovane! Nós não esperávamos algo assim não, hehe! Mas demos conta do recado, mesmo que em duas parcelas 🙂

  3. Ana SODIO July 7, 2015 at 10:22 pm Reply

    Pois é! Tb fiquei impressionada com o tamanho!
    E que bom que deu certo o cartão de transporte! =P
    Tô amaaaaaannndo as fotos!!

    • Anita July 8, 2015 at 8:44 am Reply

      Mas, apesar do tamanho, quero ir lá de novo se voltarmos a NYC! Hahahaha 🙂

      Que bom Ana! Ah, e onde estão os post sobre a Europa hein? Também quero ver suas fotos 🙂

  4. Ana SODIO October 3, 2015 at 1:30 pm Reply

    Nossa, eu tô realmente relapsa com meus relatos de viagem… tenho que escrever sobre Foz ainda e nem terminei da Europa, e olha que já tinha subido todas as fotos! hauheuhauhe
    NYC please, eu PRECISO conhecer esse lugar!!!

    • Anita October 8, 2015 at 8:11 pm Reply

      Eu escrevi tudo de uma tacada só porque do contrário certeza que ia esquecer, hehehe!

  5. Ana SODIO October 10, 2015 at 1:24 am Reply

    Eu tinha que ter feito o mesmo… ai ai ai, tenho que me agilizar!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: